Serviços

Recrutamento e Seleção por Competências

A Intelectus visa selecionar os profissionais mais qualificados, alinhados com o negócio, com potencial diferenciado e de acordo com o perfil exigido para assumir o cargo na sua empresa. O processo de R&S é estruturado a partir da definição do perfil do cargo, das competências ideais para o desempenho da função e da cultura organizacional. Sendo assim, constitui-se em um processo único para cada empresa e cargo. Para tanto, utilizamos diversas ferramentas na busca de selecionar o profissional mais adequado para o perfil da função e da sua empresa.

A Intelectus acredita que um candidato com o perfil alinhado facilita a adaptação, aumenta a motivação, otimiza os resultados, potencializa as competências, além de diminuir a rotatividade de colaboradores. O nosso foco é encontrar o perfil mais adequado para cada vaga, por isso, o nosso contrato é sempre com a empresa; os candidatos não têm custos para se candidatar e participar das nossas seleções.


Fluxograma do Processo:

  • Briefing da Vaga: Definição do Perfil Ideal da Função;
  • Recrutamento: abertura da vaga e divulgação
  • Análise de currículos;
  • Seleção por Competências:
    • Apresentação dos candidatos, Dinâmicas, Testagem Psicológica;
    • Testes e provas de conhecimentos técnicos;
    • Entrevistas Individuais;
  • Elaboração do Perfil do Candidato;
  • Entrega do relatório com a indicação dos candidatos mais qualificados;
  • Feedback aos candidatos avaliados;

O que é a Seleção por Competências?

O processo visa selecionar os candidatos mais qualificados, capazes e de acordo com o perfil exigido para assumir o cargo vago na empresa. Ele é estruturado a partir da definição do perfil das capacidades técnicas e comportamentais, organizacionais e individuais para cada função. Outro fator que deve ser considerado é a cultura da empresa.

O Processo de Seleção é elaborado de acordo com as necessidades e exigências do cargo a ser preenchido. Normalmente envolve as seguintes atividades:

  • Definição do Perfil Ideal da Função;
  • Análise de currículos;
  • Apresentação dos candidatos;
  • Dinâmicas;
  • Testagem Psicológica;
  • Testes e provas de conhecimentos técnicos;
  • Entrevistas.

Ao final do Processo de Seleção os candidatos são classificados de acordo com o seu desempenho nas atividades, indicando os candidatos que melhor satisfazem as exigências e qualificações para a função.

O produto final é um relatório com a classificação e uma breve apresentação de cada candidato, contemplando as competências presentes no mesmo e as que precisam ser desenvolvidas.


Por que a Seleção por Competências é importante?

É através da seleção que a empresa garante a contratação de profissionais qualificados, alinhados com o negócio e com potencial diferenciado, elemento fundamental para bons resultados organizacionais.

Outro elemento importante é que a seleção de um candidato com o perfil adequado facilita a adaptação, otimiza os resultados e reduz o risco de que esse candidato não seja adequado para a função ou empresa, impactando positivamente na rotatividade de pessoal, podendo também reduzir custos e o tempo de treinamento e ambientação.

O processo de seleção por competência tem por objetivo também minimizar a subjetividade nos processos de seleção, tornando mais claro e objetivo.


Situações que demandam Seleção por Competências

  • Situações de contratação de pessoal;
  • Demanda por qualificação dos profissionais;
  • Demanda por perfis diferenciados;
  • Ampliação do quadro de colaboradores;
  • Expansão da empresa;
  • Contratações para temporadas (Ex: Final de ano);
  • Contratações temporárias (férias, licença-maternidade);
  • Impactar na cultura da empresa através de perfis diferenciados.

Como funciona a Seleção por Competências?

O processo de seleção é elaborado a partir do perfil do cargo a ser preenchido. Dependendo da complexidade das funções a seleção irá variar de um processo mais simples para um mais completo. Cargos mais estratégicos e críticos demandam uma seleção mais rigorosa e completa, o que torna o custo mais elevado.

  • Etapas da Seleção

Definição do Perfil Ideal da Função: descrição detalhada do cargo e das tarefas que essa pessoa irá desempenhar, definição de quais são os requisitos para o cargo (escolaridade, experiência, e disponibilidade de horários e viagens) e quais são as competências técnicas e comportamentais necessárias para o desempenho da função. Considerar com quem essa pessoa se relaciona no desempenho de suas tarefas.  

Análise dos currículos: Analisar o perfil geral do candidato, a formação, a qualificação, as experiências profissionais, o crescimento profissional, o grau de responsabilidade e liderança das funções desempenhadas. Checar os objetivos pessoais e a pretensão salarial.

Dinâmicas: As dinâmicas são escolhidas de acordo com as competências a serem avaliadas. Elas tem por objetivo fazer com que se crie um ambiente que estimule a apresentação dos comportamentos dos candidatos, fazendo com que seja possível identificar as competências de cada pessoa. As dinâmicas propiciam a vivência de situações que fazem parte da rotina de trabalho do cargo que está sendo selecionado.  Cabe destacar que os comportamentos apresentados no decorrer das dinâmicas reproduzem os padrões comportamentais que provavelmente aparecerão no ambiente de trabalho.

Testes psicológicos: São aplicados testes psicológicos com o objetivo de identificar competências, traços da estrutura de personalidade, capacidades cognitivas e habilidades específicas. Para isso, podem ser utilizados testes projetivos, psicométricos e de personalidade.

Testes e Provas de Conhecimento técnico: são utilizadas para verificar habilidades e o conhecimento a respeito de determinado assunto ou função. Podem incluir provas, testes práticos, simulações, etc.

Entrevista: possibilita um contato direto com o candidato, com sua história e vivência. Serve para conhecer melhor a pessoa e esclarecer questionamentos que surgiram ao longo da seleção. A entrevista tem duas funções básicas: colher informações sobre o candidato e fornecer informações sobre a empresa e a função.

A Seleção possibilita que seja traçado o perfil de cada candidato, o que permite uma análise dos perfis de acordo com o perfil da função. Essa análise possibilita a indicação dos candidatos mais qualificados. Cabe ressaltar que é papel da consultoria indicar os melhores perfis, mas cabe à equipe ou chefia decidir qual candidato quer na sua empresa.


Resultados Esperados

  • Para a Organização:
    • Ter um profissional mais alinhado ao perfil da empresa e da função;
    • Melhoria no nível de satisfação no trabalho;
    • Menor tempo de adaptação e integração do novo colaborador;
    • Redução da rotatividade da empresa – redução de custos operacionais;
    • Qualificação do capital intangível da empresa pela contratação de novos talentos;
    • Redução dos investimentos em Treinamento e Desenvolvimento;
    • Obtenção de resultados organizacionais mais efetivos.
  • Para o Profissional:
    • A possibilidade de otimizar as habilidades e competências da pessoa;
    • Possibilidade de crescimento e sucesso profissional e pessoal – Realização pessoal;
    • Aumento do nível de satisfação ao alinhar perfil pessoal e perfil da função;
    • Facilitação de um bom relacionamento interpessoal com colegas e chefias.