14

ago

2013

Integrar e Acolher os novos colaboradores é uma estratégia gerencial. Postado por Intelectus

Programa De Braços Abertos (Clique para ampliar)

 O processo de seleção de pessoas não termina no momento de admissão de um funcionário, é necessário que haja um processo de adaptação do individuo a empresa e o cargo. Esse processo é chamado de Programa de Integração e Ambientação de Novos Colaboradores.

 

Os objetivos básicos do processo de integração e ambientação consistem em buscar a melhor relação entre o funcionário e a empresa e diminuir os temores e ansiedades que são vivenciados quando alguém é admitido em um novo emprego.

 

O trabalho começa com a adaptação do funcionário à equipe de trabalho e ao entendimento da cultura da empresa, de forma que saiba os valores, visão, missão da empresa, a história, a estrutura organizacional, o como realizar o seu trabalho, a qualidade dos produtos e serviços, a forma de lidar com seus clientes e fornecedores com o intuito de facilitar a sua adaptação. Nesta apresentação, também são informados as normas e procedimentos da empresa, os benefícios que ela oferece, além de informações sobre políticas da empresa para avaliação do desempenho e remuneração. Sua duração geralmente é de um dia a uma semana, variando de empresa para empresa.

 

Torna-se necessário preparar os profissionais contratados para que possam, no menor período de tempo possível, começar a dar o retorno que deles se espera. Este processo pode ser realizado em forma de palestras, apresentações, vídeos, reuniões com representantes de áreas e visita à própria empresa para dinamizar o processo.

Uma vez integrado à estrutura, é preciso avaliá-los, de forma a identificar suas potencialidades e definir como elas podem ser aplicadas em benefício da empresa e dos indivíduos.

 

“Fazer com que um novo funcionário fique seguro e perfeitamente à vontade desde o seu primeiro dia de trabalho não é apenas um detalhe de delicadeza humana que devemos a todos, mas também se constitui uma estratégia gerencial”.[1]

 

As principais vantagens são a redução do tempo de adaptação do novo funcionário a uma nova realidade, fazendo com que o novo colaborador esteja apto a atender as necessidades da empresa, a ter satisfação em poder fazer parte da organização de maneira rápida e abrangente.

 

É com essa preocupação que a  Eny Calçados, em parceria com a Intelectus, desenvolve o Programa De Braços Abertos, que no mês de agosto terá mais uma edição.

 

Por: Lidiane Bertê

 

 

Como muitas pessoas estão solicitando os formulários de avaliação, vou incluir aqui dos modelos bem básicos que utilizamos, sempre que possível, utilizamos formulários eletrônicos para a aplicação, pois facilita na tabulação das informações. Obs: aqui  no blog ele desconfigura e está sem as imagens, mas segue com todo o conteúdo.

MODELO I

 Avaliação do Treinamento 1 – Discordo Totalmente 2 – Discordo Parcialmente 3 – Nem concordo, nem discordo 4 – Concordo Parcialmente 5 – Concordo Totalmente
Ministrante do treinamento
A condução das atividades foi apropriada
A didática e o relacionamento do(s) instrutor(es) com o grupo foi satisfatória.
O(a) ministrante tinha conhecimento sobre o assunto.
Você se sentiu estimulado a sugerir, contribuir e participar das atividades propostas neste treinamento.
Infraestrutura
O local em que o treinamento foi realizado foi adequado.
O café da manhã e o coffee break estavam satisfatórios.
Os recursos (apresentações, data show) utilizados no treinamento foram adequados.
Conteúdo e atividades
O conteúdo abordado no treinamento foi satisfatório.
O conteúdo do treinamento está diretamente relacionado com seu dia-a-dia no trabalho.
O conteúdo do treinamento contribuiu para seu desenvolvimento.
As atividades realizadas durante o curso foram relevantes para meu desenvolvimento profissional.
Satisfação geral
A sua expectativa quanto ao treinamento foi atingida.
Você está satisfeito com o treinamento realizado.
Você está motivado para participar dos próximos módulos da Academia de Liderança.
Você indicaria esse treinamento para colegas de trabalho, profissionais conhecidos que atuam na área de gestão ou são lideranças.

 

Você tem sugestões, críticas, comentários a respeito do treinamento realizado hoje?

 

 

O que deveria ser diferente no próximo módulo?

 

 

MODELO II

 

 

PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO – AVALIAÇÃO

 

Sessões apresentadas: Marque com um X.

 

ENY Calçados Excelente Bom Regular Ruim
Conteúdo
Treinador
Material Utilizado
Aprendizado pessoal

 

Observações: _______________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

Manual de Funcionário Excelente Bom Regular Ruim
Conteúdo
Treinador
Material Utilizado
Aprendizado pessoal

 

Observações:

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

Política de Qualidade Excelente Bom Regular Ruim
Conteúdo
Treinador
Material Utilizado
Aprendizado pessoal

 

Observações:

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

Programa PPR Excelente Bom Regular Ruim
Conteúdo
Treinador
Material Utilizado
Aprendizado pessoal

 

Observações:

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

UCE Excelente Bom Regular Ruim
Conteúdo
Treinador
Material Utilizado
Aprendizado pessoal

 

Observações:

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

Treinamento em Conhecimento e Produto Excelente Bom Regular Ruim
Conteúdo
Treinador
Material Utilizado
Aprendizado pessoal

 

Observações:

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

Treinamento em Vendas Excelente Bom Regular Ruim
Conteúdo
Treinador
Material Utilizado
Aprendizado pessoal

 

Observações:

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________

 

  • Qual foi a sua impressão sobre a visita no escritório?

(   ) Excelente

(   ) Boa

(   ) Regular

(   ) Ruim

  • Como você avalia o Programa de Braços Abertos em geral?

(   ) Excelente

(   ) Boa

(   ) Regular

(   ) Ruim

 

O que foi melhor nos dois dias de treinamento:

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________

O que deveria melhorar:

_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

Comentários Gerais:

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 



[1] http://www.guiaempresario.com/motivacao-e-avaliacao-na-empresa-como-fazer-para-obter-melhores-resultados/

66 respostas para “Integrar e Acolher os novos colaboradores é uma estratégia gerencial.”

  1. Emanuel Couto disse:

    Boa tarde,
    Necessito de Ideias de como acolher este “novo colaborador”, de modo dinâmico ou agradável. Já temos uma integração padrão: como cartilha, apresentação aos departamentos, temos um informativo com foto da pessoa que entrou.

    • Intelectus disse:

      Olá Emanuel,

      Para poder lhe sugerir algumas ações mais efetivas, preciso de mais informações sobre o que vocês fazem, com que frequência; pois cada empresa é diferente e as ações de acolhida dos novos colaboradores devem dizer da empresa. Tem uma estratégia que nós temos utilizado em várias empresas que atendemos que é trabalhar com um Programa de Padrinhos, aliado à outras ações. É importante que a pessoa conheça a empresa e se sinta acolhida neste momento.
      Att,
      Lidiane

  2. Livia disse:

    voces deviam dizer como ocorre uma ambientaçao / integraçao, e nao o que ocorre nelas.Na minha opniao ,vcs deviam exaltar detalhes pq isso nao esclarece nada sobre uma ambientaçao de pessoal.

    • Intelectus disse:

      Olá Livia,

      De fato o post é bem genérico, pois para cada empresa que montamos uma programa de integração e ambientação é diferente. Você tem alguma dúvida ou curiosidade mais específica para que eu possa lhe ajudar?
      Att,

      Lidiane

  3. Raquel disse:

    Olá!

    Adorei a matéria! Mas se pudesse me ajudar, gostaria de um exemplo bem dinâmico de ambientação para um supermercado.

    • Intelectus disse:

      Olá Raquel,

      Um supermercado possibilita diversas atividades, para sugerir algo de forma mais efetiva, precisaria saber de quantas pessoas se tratam e se vocês já possuem alguma ação de integração e ambientação. Mesmo sem essas informações, vou lhe dar algumas sugestões que talvez você possa adaptar a sua realidade. 1. Um Manual do Colaborador (é uma cartilha básica com todas as informações iniciais sobre a empresa que o colaborador precisa saber).
      2. Um tour pelo supermercado (para que a pessoa conheça o local e trabalho e as pessoas com quem vai trabalhar, esse processo pode ser bem lúdico, depende da flexibilidade que você possui. (Vou dar um exemplo e você ajusta para sua realidade, esse tour poderia ser feito com a pessoa dentro de um carinho de supermercado e a medida que ela for sendo conduzida por algum colega antigo pelos corredores e encontrar os novos colegas de trabalho, as pessoas podem ir acolhendo ela através de mensagens. É um exemplo.)
      3. Apresentar um vídeo institucional.
      4. Programa de Padrinhos (com os colegas mais “antigos” acolhendo e apresentando a empresa)
      5. Uma lista de supermercado também pode ser usada – neste caso os itens da lista podem ser os elementos e informações que a pessoa precisa conhecer neste momento inicial.
      6. Apresentar a descrição e perfil do cargo, também é importante neste momento.
      Enfim, ficam algumas sugestões; lembrando que cada ação deve ser adaptada à realidade e cultura da empresa.

      Att,

      Lidiane

  4. Carine dos Santos disse:

    Adorei a matéria…!
    Esclarecimento curto e objetivo. Somou bastante para a minha pesquisa, para aula de Treinamento e Seleção.
    Sou estudante de Administração.
    Obrigada!

  5. Mary disse:

    Pode dar exemplo de uma integração para um Hospital?

    • Intelectus disse:

      Posso dar algumas sugestões, mas vale ressaltar que cada empresa deve ter um programa de acordo com a sua realidade e necessidade. Um programa de integração e ambientação em um hospital deve ter um momento para apresentar todas as unidades e qual o papel de cada unidade, além disso, seria oportuno apresentar a(s) pessoa(s) responsáveis em cada setor. Eu incluiria um momento para apresentar a organização como um todo, sua história e seu propósito. Também incluiria um momento para apresentar o(s) cargo(s) e o papel/responsabilidade dos cargos – isso pode ser feito através de uma conversa com um colega / padrinho ou com o superior da área em que a pessoa vai trabalhar. Em um hospital, eu incluiria um momento para preparar as pessoas para lidarem com a realidade hospitalar (ver pessoas feridas, mortas, etc) mesmo os profissionais da área da saúde, na sua grande maioria não são preparados para lidar com situações do dia-a-dia; esse momento pode ser mais lúdico, em que as pessoas possam partilhar suas angustias e expectativas. Enfim, são algumas sugestões bem genéricas; espero te ajudado. Qualquer dúvida, é só perguntar.

  6. nadiane vieira disse:

    boa tarde, gostaria de mais informações e saber como vcs podem me ajudar na integração dos nossos novos colaboradores.

    • Intelectus disse:

      Olá Nadiane,

      O programa de integração e ambientação é muito particular para cada empresa, em nossos clientes, sempre montamos programas de acordo com a necessidade e realidade de cada cliente. Podemos lhe ajudar a montar um programa para a sua empresa através de um trabalho de consultoria, caso você não tenha interesse em contratar um serviço especializado, posso lhe dar algumas dicas e sugestões, mas para isso preciso saber mais da sua empresa. Vou lhe enviar um e-mail para que possamos conversar e possamos encontrar a melhor forma de contribuir.

  7. Lilian disse:

    Boa noite!
    Achei interessante o post. Na faculdade vou apresentar um trabalho sobre ref. a socialização/integração organizacional, vc teria mais informações sobre o tema? Tenho que dizer o que é, o objetivo e como é feito. Estou tentando buscar vídeo de alguma organização sobre a integração para apresentar no dia..mas tá difícil!!
    Meu trabalho será apresentado dia 03/11/2016. Se puder dar uma força!!
    Obrigada
    Lilian

    • Intelectus disse:

      Olá Lilian,

      Só vi sua mensagem agora. Os momentos de integração e ambientação são essenciais para que o novo colaborador possa conhecer o seu trabalho, a empresa e a sua equipe. Ao fazer esse processo a empresa acelera a ambientação do novo colaborador, melhora os resultados e o clima de trabalho. Na página do facebook da Intelectus temos alguns vídeos de treinamentos de integração que já realizamos em empresas clientes nossas. Os treinamentos de integração geram sinergia na equipe e melhoram o clima organizacional.
      Link da nossa página no facebook: https://www.facebook.com/intelectus.gestaodepessoas/?fref=ts

  8. Camila disse:

    Boa Noite Prezados,
    adorei a material, achei muito interessante…

    Tenho um Buffet e gostaria de saber como faço a interação de meus novos funcionários, visto que eles só trabalham aos finais de semana comigo nos eventos.

    O que posso fazer como um diferencial para minha equipe se sentir mais satisfeitos ao entrarem na família, é como chamo as pessoas que trabalham comigo na equipe.

    • Intelectus disse:

      Olá Camila,

      Dar uma sugestão sem conhecer a realidade de vocês é sempre muito complicado, mesmo assim vou fazer algumas sugestões e você adapta à realidade de vocês. Por se tratar de uma equipe que vai trabalhar em eventos, eu usaria os recursos que vocês possuem, faça uma festa ou um jantar para a equipe nova; os colaboradores mais antigos podem preparar um jantar para receber os novos integrantes da equipe. É uma bela forma de você já mostrar para os novos integrantes da equipe como vocês gostam de atender os clientes de vocês. Você pode fazer isso no final de um evento que vocês trabalharam (um que não tenha ido até muito tarde, para que a equipe curta o momento). Dificilmente você vai conseguir fazer um momento de integração para a entrada de cada pessoa, mas pode concentrar em uma vez no mês ou a cada dois meses, dependendo da equipe.
      Em um de nossos clientes que é dono de um restaurante, fizemos a proposta para os proprietários prepararem um jantar especial para a equipe, a pro´ria equipe ajudou a fazer o cardápio especial, sem saber que seria para eles, a direção serviu o jantar para a equipe.
      Como a sua equipe é uma grande família, nada melhor que um grande jantar ou almoço em família para acolher os novos membros da equipe.
      Espero ter ajudado.
      Att,
      Lidiane

  9. Isabella disse:

    Olá, Intelectus! Gostei da matéria!

    Por favor, podem me dar dicas de como poderia ser a ambientação e integração de funcionários de uma empresa de vendas (externas), que trabalham em vários locais diferentes?

    • Intelectus disse:

      Olá Isabella,

      Para facilitar a comunicação e integração das equipes, nos casos em que não podemos reunir todos fisicamente, as redes sociais acabam sendo uma possibilidade. Grupos no facebook ou grupos no whatsApp podem ajudar a encurtar caminhos, você pode criar um grupo e dar como tarefa que os novos integrantes preparem uma imagem ou postagem com sua apresentação, naturalmente os outros integrantes da equipe responderão acolhendo os novos integrantes. Você pode montar um questionário com algumas perguntas para a pessoa responder e compartilhar isso com o restante da equipe, ou da mesma forma compartilhar em alguma rede de relacionamento. Essa pode ser uma possibilidade.

      Att,

      Lidiane

  10. Julio disse:

    Preciso de algumas ideias para avaliação do feedback da integração. Que tipos de pergunta posso colocar? Gostaria de ter uma visão generalista mesmo e ai posso adequar à minha empresa.

  11. Liliane Matassoli disse:

    Olá Lidiane!

    Gostei da matéria e das sugestões descritas em algumas respostas. Fiquei interessada nos dois formulários que vocês utilizam para avaliação do feedback da Integração. Poderia enviar para mim também?

  12. Melissa Barbosa disse:

    Ola boa noite, gostei muito da matéria.
    Estou a fazer um trabalho para a universidade sobre acolhimento e integração gostaria de uma ajuda sobre tres pontos:
    – As varias fases de acolhimento e integração
    – como deve ser organizado
    – os benefícios e regalias

    obrigada desde já pela ajuda

    • Intelectus disse:

      Olá Melissa,

      Os objetivos básicos do processo de integração e ambientação consistem em buscar a melhor relação entre o funcionário e a empresa e diminuir os temores e ansiedades que são vivenciados quando alguém é admitido em um novo emprego.

      O trabalho começa com a adaptação do funcionário à equipe de trabalho e ao entendimento da cultura da empresa, de forma que saiba os valores, visão, missão da empresa, a história, a estrutura organizacional, o como realizar o seu trabalho, a qualidade dos produtos e serviços, a forma de lidar com seus clientes e fornecedores com o intuito de facilitar a sua adaptação. Nesta apresentação, também são informados as normas e procedimentos da empresa, os benefícios que ela oferece, além de informações sobre políticas da empresa para avaliação do desempenho e remuneração. Sua duração geralmente é de um dia a uma semana, variando de empresa para empresa.

      Torna-se necessário preparar os profissionais contratados para que possam, no menor período de tempo possível, começar a dar o retorno que deles se espera. Este processo pode ser realizado em forma de palestras, apresentações, vídeos, reuniões com representantes de áreas e visita à própria empresa para dinamizar o processo.
      Uma vez integrado à estrutura, é preciso avaliá-los, de forma a identificar suas potencialidades e definir como elas podem ser aplicadas em benefício da empresa e dos indivíduos.

      “Fazer com que um novo funcionário fique seguro e perfeitamente à vontade desde o seu primeiro dia de trabalho não é apenas um detalhe de delicadeza humana que devemos a todos, mas também se constitui uma estratégia gerencial” (http://www.guiaempresario.com/motivacao-e-avaliacao-na-empresa-como-fazer-para-obter-melhores-resultados/).

      As principais vantagens são a redução do tempo de adaptação do novo funcionário a uma nova realidade, fazendo com que o novo colaborador esteja apto a atender as necessidades da empresa, a ter satisfação em poder fazer parte da organização de maneira rápida e abrangente.

      Att,

      Lidiane

  13. Lívia Souza disse:

    Boa tarde!

    Trabalho com treinamento e desenvolvimento em uma empresa japonesa, produtora de ferro sílicio.
    Temos dois dias de integração, sendo:
    Primeiro dia: RH,missão, visão, valores, qualidade, meio ambiente, processo.
    Segundo dia: Segurança do trabalho.
    Estamos passando por dificuldades para adaptar o programa, pois os palestrantes já estão bem desmotivados.
    Preciso inovar, de uma forma mais objetiva o programa de integração, para que possamos passar uma imagem de organização. Onde estamos errando? preciso muito de ajuda.

    • Intelectus disse:

      Olá Lívia,

      Possivelmente a forma como vocês estão conduzindo o treinamento não está sendo eficaz, é muito importante que o treinamento seja algo legal, que as pessoas queiram fazer, e isso está relacionado diretamente a forma como conduzimos. Talvez rever a didática e a metodologia possa ser um importante passo para tornar o treinamento algo dinâmico e ao mesmo tempo objetivo. Outra coisa que me chamou atenção foi o fato dos palestrantes estarem desmotivados – uma pessoa desmotivada não consegue inspirar os outros e vai ter dificuldade em acolher. É preciso entender melhor a desmotivação dos palestrantes para intervir nisso também.
      Para redesenhar o programa de integração, é legal envolver os palestrantes e a equipe para que eles possam dizer o que pode e precisa ser diferente. A equipe, geralmente tem as melhores respostas. Se você quiser trocar uma ideia mais pontual sobre o que fazer, me contato por e-mail, pois preciso saber como vocês abordam os temos do primeiro e segundo dia para poder contribuir de forma mais direta. (meu e-mail: lidiane@intelectusconsultoria.com.br)

      Att,

      Lidiane

  14. eliane steffen disse:

    Boa Tarde!

    Estou trabalhando em um programa de integração de novos servidores (Prefeitura), gostaria de uma opinião de como desenvolver melhor este projeto.

    • Intelectus disse:

      Olá Eliane,

      No ambiente público, é importante que as pessoas conheçam o funcionamento da prefeitura (explicar qual é o papel de cada setor, é importante), mas em uma prefeitura, também existe um norte político que muda a cada mandato, e a equipe entender qual é o direcionamento político de quem está na gestão também é importante para que exista um maior alinhamento e sucesso no trabalho. Existem diferentes formas de passar isso para os novos servidores, eu gosto de usar momentos mais formais de apresentação de conteúdos (através de falas, palestras, ppts, vídeos), intercalando com momentos mais lúdicos de vivência, no qual as pessoas vão partilhar suas expectativas e sonhar com o futuro (usar dínâmicas, construir painéis, pintar cenários); nesses momentos as pessoas tornam-se mais ativas no treinamento e não ficam apenas passivas asssistindo ou recebendo informações. Para que eu possa te dar uma sugestão mais concreta, precisaria saber mais sobre a equipe e setor. Espero ter contribuido, mesmo que de forma genérica.

      Att,
      Lidiane

  15. ANDREA COSTA disse:

    Boa tarde Lidiane,

    Gostei demais da matéria e foi realmente bem esclarecedor, gostaria de saber sobre as perguntas que podemos usar, mesmo que de forma generalizada para um retorno do feedback dessa Integração.

    Obrigada
    Sucesso para vcs

    • Intelectus disse:

      Olá Andrea,

      Acredito que cabe realizar um questionário de avaliação no final da Integração, além disso, algumas questões genéricas que já vão lhe ajudar a ter um feedback mais geral: – O que mais lhe chamou atenção sobre a empresa? – Antes de ser contratado pela empresa, você tinha uma “imagem” dela, agora que você já está aqui e já sabe um pouco mais sobre a empresa, o que mudou? – Qual é a sua expectativa? – O que você não quer que aconteça no seu novo trabalho? – Por que valeu a pena fazer essa integração? – Agora que você já conhece um pouco mais sobre a empresa, no que você se identifica com a empresa? – Dúvidas? (Sempre é importante abrir um espaço para que as pessoas possam fazer questionamentos). Essas são algumas sugestões de questões mais gerais.

      Att,

      Lidiane

  16. Carlos Alberto disse:

    Prezados! Parabéns pela matéria. Alguma dica para recepção de novos colaboradores da área comercial? Para uma empresa de Assessoria e Consultoria Tributária num ambiente jurídico, poucas pessoas na reunião, no máximo 10, consultores externos, viajarão até para outros estados. Agradeço. Att.

    • Intelectus disse:

      Olá Carlos,

      É sempre importante mostrar nesse momento de acolhida a empresa, os seus valores, o seu funcionamento e apresentar a equipe; como a sua equipe é de consultores externos, eu usaria os recursos de tecnologia para fazer esta acolhida. Você poderia pedir para pessoas da tua equipe gravarem um vídeo breve falando de algum dos aspectos que são importantes de serem abordados neste momento (desta forma, você possibilitaria que pessoas que estão em lugares diferentes possam se conhecer e ao mesmo tempo, já comunicar algo sobre a empresa). Essa interação pode ser ao vivo, dependendo o caso. Você poderia fazer um vídeo no qual os colaboradores atuais da tua equipe dão uma dica fundamental para quem está chegando na empresa, algo como: o que é importante saber para se dar bem? Nas respostas, podem ter os elementos fundamentais da empresa, mas também podem ter algumas brincadeiras que de alguma forma também digam do funcionamento e da relação da empresa.
      Espero ter contribuído.
      Att,

      Lidiane

  17. Marcela Lessa disse:

    Bom dia Lidiane,

    Gostaria de algumas dicas do que compor a cartilha de apresentação da empresa para novos colaboradores.

    • Intelectus disse:

      Olá Marcela,

      No Manual do Colaborador eu costumo inserir todas as informações relevantes sobre a empresa, mas essas informações mudam de empresa para empresa. De forma geral: – acolhida; – breve história da empresa; -organograma; -filosofia empresarial (Missão, visão, valores, competências do negócio); – política de qualidade; – benefícios; – política de remuneração e carreira (PPR…); – Programas de treinamento e desenvolvimento; – questões de saúde e segurança no trabalho; – programas e processos que a empresa possui; – Normas e regras (uniforme, horários, uso do telefone, férias, etc); – data base; – programas sociais que a empresa participa; – Falta e Medidas Disciplinares; – normas e regulamentos…

      Cada empresa tem as suas informações relevantes, o importante é que no Manual o colaborador tenha acesso a todas as informações que o auxiliam na adaptação ao funcionamento e cultura da empresa.
      Cada vez mais as empresas tem criado manuais mais lúdicos, interativos, manuais que dialogam com o colaborador, com uma identidade visual que convida a leitura. Espero ter ajudado.

      Att,

      Lidiane

  18. Marcela Lessa disse:

    Se possível me encaminhe esse formulários de avaliação também.

    Grata

  19. Leticia disse:

    Olá Lidiane!

    Gostei muito da matéria e das sugestões descritas em algumas respostas. Fiquei interessada nos dois formulários que vocês utilizam para avaliação do feedback da Integração, hoje nossa necessidade seria mudar nosso estilo de aplicar a integração e antes gostaríamos de realizar a pesquisa com os colaboradores. Poderia enviar para mim também?

    • Intelectus disse:

      Olá Leticia,

      Já lhe encaminhei. Como sugestão, se você está querendo reformular o estilo de aplicar a integração, você pode fazer um grupo focal com colaboradores e trocar uma ideia com eles sobre quais seriam as melhores formas de acolher os novos coleboradores. Podem vir sugestões ótimas e surpreendentes. Eu csotumo dizer que a equipe, sempre tem as respostas. Sucesso!

      Att,

      Lidiane

  20. Paula disse:

    Olá, excelente. Fiquei também interessada em receber o modelo do formulário de avaliação. Também estamos pensando em rever o modelo de integração. E outro ponto: como fortalecer o interesse dos instrutores que fazem a integração? Obrigada.

    • Intelectus disse:

      Olá Paula,
      Eu postei junto ao texto do blog os formulários, assim todos podem ver, pois muitas pessoas estavam solicitando.
      Com relação ao fortalecimento do interesse dos instrutores, eu gosto de envolvê-los no processo de planejamento e organização dos treinamentos, construir junto com eles. Depois de pronto o treinamento, geralmente faço uma etapa de treinamento para os instrutores, pois nem sempre eles estão acostumados a treinar e acolher as pessoas. Acredito que construir junto com eles é o caminho para o engajamento.

      Att,

      Lidiane

  21. Alessandra disse:

    Olá boa noite. Gostaria de receber o formulário de avaliação da integração.

  22. Mônica disse:

    Gostei bastante do artigo e dos esclarecimentos prestados. Gostaria, se possivel, que me enviasse os formularios de feedback por email. Grata

  23. Liliane disse:

    Boa tarde… Como posso fazer um programa de integração para novos para empresa de massas e bolachas artesanais.. é uma empresa pequena com 15 funcionários e gostaria q novo colaborador senta- se acolhido acolhido e q adaptar-se a visão e valores da empresa

    • Intelectus disse:

      Olá Liliane,
      Ao ler a sua pergunta, eu não consigo pensar em outra coisa do que colocar os novos colaboradores junto com os antigos fazendo bolachas artesanais e enquanto eles fazem esse processo, usar isso como uma metáfora para explicar sobre a empresa… no final, sirva um chá para eles com as bolachas que eles fizeram. Você pode usar todo o teu processo de produção como uma metáfora para ir trabalhando a tua missão, visão e valores.
      Espero ter ajudado.
      Att,
      Lidiane

  24. Juliana Trugilo May Mattos disse:

    Olá Lidiane,

    Achei super interessante as matérias gostaria de receber dois formulários sobre avaliação e feedback da integração.

    Obrigado!

    Fico no aguardo,

  25. Camila disse:

    Boa tarde,

    Me interessei pelos formulários para avaliação do feedback, poderia me enviar?
    A matéria ficou ótima, parabéns!

    Obrigada.

    • Intelectus disse:

      Olá Camila,
      Obrigada! Que bom que gostou. Eu postei junto ao texto do blog os formulários, assim todos podem ver, pois muitas pessoas estavam solicitando.
      Att,
      Lidiane

  26. leandra disse:

    Parabéns pela matéria!!!
    Gostaria de uma ajuda, tenho que reelabora o manual de colaboradores para os que exerce uns dois meses de contratados, mais como todos já conhece o manual, para não ficar uma coisa repetitivas, gostaria de uma ideias como fazer isso?
    Se possível me encaminhe esse formulários de avaliação também.
    Grata

    • Intelectus disse:

      Olá Leandra,
      Obrigada! Eu postei junto ao texto do blog os formulários, assim todos podem ver, pois muitas pessoas estavam solicitando. Leandra, com relação ao manual, no que diz respeito ao conteúdo do manual do colaborador, geralmente ele é “um tanto” padrão, pois são as informações relevantes sobre a empresa que devem ser comunicadas nele. Geralmente, inovamos no layout, fazemos de forma interativa, usamos imagens, jogos, palavras-cruzadas para verificar o aprendizado, as vezes criamos um personagem ou mascote da empresa que vai dialogando com o leitor e explicando sobre a empresa… essas são algumas possibilidades. Espero ter ajudado.
      Att,
      Lidiane

  27. Excelente trabalho! disse:

    Se possível, envie-me formulários referentes ao assunto.

    Parabéns pela iniciativa e o compartilhamento das ideias.

  28. Keila disse:

    Boa tarde Lidiane,
    Gostei muito da matéria e suas sugestões, pretendo reformular a ambientação da nossa escola de educação profissional e queria saber o que você tem de sugestão para nosso segmento, bem como gostaria que me disponibilizasse os formulários de avaliação.
    Sucesso.

    • Intelectus disse:

      Olá Keila,
      Obrigada! Eu postei junto ao texto do blog os formulários, assim todos podem ver, pois muitas pessoas estavam solicitando.
      Com relação a ambientação em uma escola de educação profissional… gostaria de saber qual a área da educação profissional? Eu acredito que quanto mais próximo do contexto da empresa, melhor fica o trabalho. Contudo, ao pensar em uma ambientação de professores ou colaboradores de um colégio… eu abordaria usando alguma situação que propiciasse para eles a experiência de alunos, mas no seguinte sentido: “qual a forma ideal de experiência que você quer propiciar para os seus alunos?… proporcione isso para eles de alguma forma. Não sei se consegui ajudar, precisaria mais informações para ser mais concreta.
      Att,
      Lidiane

  29. ASSIMEY CUNHA disse:

    BOM DIA! TRABALHO NUMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR ONDE DESENVOLVEMOS UM PROJETO DE ACOLHIMENTO PARA OS SERVIDORES DESTA INSTITUIÇÃO. COMO METODOLOGIA DO PROJETO FAZEMOS O PRIMEIRO CONTATO COM O SERVIDOR APÓS 3 OU 4 MESES DE ADMISSÃO, LEVAMOS UM CARTA DE BOAS VINDAS E UM INSTRUMENTAL COM 4 QUESTÕES BÁSICAS SOBRE O SEU PROCESSO DE READAPTAÇÃO. DEPOIS RECOLHEMOS OS QUESTIONARIOS E VAMOS ANALISAR CADA CASO. QUANDO O NOVO SERVIDOR APONTA ELEMENTOS DIFICULTADORES PARA A SUA ADAPTAÇÃO NO SETOR, NA MAIORIA DAS VEZES TEMOS DIFICULDADES DE DAR-LHE UM FEEDBACK FAVORAVEL, POIS NÃO DEPENDE DE NOSSA EQUIPE A SOLUÇÃO DA MAIORIA DOS PROBLEMAS APONTADOS, INCLUSIVE POR TRATAR-SE DE UM ORGÃO PUBLICO ONDE TUDO É MUITO BUROCRÁTICO. JÁ ELABORAMOS TAMBEM UMA CARTILHA QUE NÃO FOI IMPRESSA. ENFIM, ENCONTRAMOS VARIOS ENTRAVES. RESSALTA-SE QUE JÁ EXISTE TAMBÉM NA INSTITUIÇÃO UM PROGRAMA DE AMBIENTAÇÃO AONDE SÃO REUNIDOS OS NOVOS SERVIDORES NO PRIMEIRO DIA E REPASSSADOS INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE A INSTITUIÇÕES. DE QUE FORMA PODERIAMOS ESTAR MELHORANDO E DINAMIZANDO ESSE PROJETO?

    • Intelectus disse:

      Olá Assimey,
      Eu acredito que para que seja possível resolver qualquer situação, temos que fazer depender de nós, mesmo no âmbito público, no qual o contexto é mais complexo sim. Para conseguirmos resolver ou até mesmo encaminhar algumas coisas temos que descobrir “os caminhos” e geralmente eles são mais longos do que deveriam, mas enfim, temos que percorrer para chegar onde queremos.
      Tem uma questão que é importante pensarmos, nem sempre podemos atender todas as demandas ou vontades das pessoas, tanto no âmbito público como privado, o fundamental é darmos esse feedback para as pessoas, inclusive quando é negativo e explicar a situação.
      Construir algo diferente no espaço público dá muito trabalho, porque na maioria das vezes exige que mobilizemos muitas pessoas e setores diferentes… mas quando conseguimos o resultado desejado, é incrível e vale todo o esforço. Uma característica é fundamental para quem trabalha nessa realidade, persistência. Tem que ser incansável na busca de seus objetivos e muito tolerante a frustração… com isso, você vai achar caminhos e sempre existem caminhos. Se ainda não existem, cria alguns novos. Acredita Assimey, chama a responsabilidade para você e faça acontecer!
      Att,
      Lidiane

  30. Flaviane disse:

    Olá,

    Trabalho em uma universidade e estamos montando um treinamento para apresentar aos colaboradores apadrinhados, qual o objetivo deste novo programa.
    Eu faço parte do treinamento, mas não da organização do programa.
    Entretanto, participei do primeiro encontro e senti que os responsáveis por dar o treinamento não estavam motivados e só trouxeram algumas informações em PPT.
    Senti que não houve um “acolhimento” nem para os padrinhos.
    Preocupei-me pois sinto que posso contribuir melhor para que o treinamento possa ser melhor organizado para então poder “acolher” os padrinhos para que posteriormente, eles possam acolher os novos colaboradores.
    Gostaria de sugestões para melhorar a dinâmica do treinamento ( ideias etc..)
    Muito obrigada!

    • Intelectus disse:

      Olá Flaviane,
      Coloca a mão na massa então, concordo com você, esse momento, mais do que conteúdo, tem que ser um momento em que a pessoa sinta-se acolhida; a experiência é muito importante. Para que isso aconteça, os responsáveis pelo treinamento precisam estar motivados e preparados para acolher.
      Como sugestão… repito a sugestão que dei para outra pessoa que perguntou sobre uma escola, eu faria alguma coisa para gerar uma experiência de aluno – no seguinte sentido: como vocês querem que os alunos se sintam na universidade de vocês, mais que isso, como vocês querem que eles saiam da universidade – qual é a marca que vocês vão deixar na vida dessas pessoas? Acredito que uma abordagem assim destaca a importância da missão de vocês enquanto instituição de ensino. Faria algo para gerar essa experiência para as pessoas que estão sendo acolhidas.
      Att,
      Lidiane

Deixe uma resposta para Juliana Trugilo May Mattos

Voltar ao topo