Impulse Careers Postado por Intelectus

impulse (Clique para ampliar)

Porque criamos o Impulse Careers?

Trabalhar com gestão de pessoas e poder contribuir com o desenvolvimento de organizações e pessoas é o que dá sentido para o que eu faço e me gratifica. Eu sou uma daquelas pessoas que tem a felicidade de trabalhar com o que ama, e posso usar as minhas competências para realizar o meu propósito, a saber, ajudar as pessoas e empresas a serem melhores e principalmente atingirem seus objetivos e seus sonhos.

Para aqueles que não me conhecem, talvez essa seja apenas mais uma fala clichê, para os que me conhecem e principalmente para aqueles que foram meus coachees, sabem que, aquilo que faz o meu olho brilhar e qualquer esforço valer a pena, é eu poder contribuir de alguma forma para que as pessoas realizem seus sonhos. Poder impactar na vida das pessoas dessa forma, é simplesmente incrível e faz tudo valer a pena e ter sentido.

Eu morei na Casa do Estudante durante o período de faculdade, pois minha família sempre foi muito humilde, cursei Filosofia e Psicologia na UFSM e tive que batalhar por cada um dos meus sonhos; não foi fácil, tampouco simples, mas passo a passo, fui conquistando os meus sonhos, mas eu não paro de sonhar e isso me lança a desafios cada vez maiores.

Trabalhando com gestão de pessoas e em diversas empresas de diferentes segmentos, eu acabo acompanhando o mercado de trabalho no seu dia-a-dia, trabalhar com consultoria possibilita um contato e conhecimento do mercado de um lugar privilegiado. Desde 2008, foram inúmeras seleções para os mais diferentes cargos, desde operacionais até os cargos estratégicos, muitos projetos desenvolvidos. O dinamismo da área organizacional me encanta e desafia a cada dia. Ter uma relação muito próxima dos nossos clientes, acompanhar, e de alguma forma, participar dos seus maiores desafios e conquistas é muito gratificante;  construímos uma relação sólida com nossos clientes, resultado do jeito Intelectus de ser e trabalhar. Ter clientes com os quais trabalhamos a mais de 8 anos é motivo de muito orgulho.

Passei 8 anos da minha vida dentro da academia, estudando e mesmo depois de formada e sedenta por me inserir no mercado do trabalho; o que logo aconteceu, eu nunca parei de estudar. Depois de formada veio a Especialização em Gestão de Pessoas, depois toda a formação em Coaching e por último o MBA em Coaching. Estudar, aprender e estar em constante desenvolvimento é algo eu sempre busquei e busco; talvez por isso, eu tenha uma relação tão próxima das universidades. Desde que comecei a trabalhar, sempre fiz questão de ter comigo estagiários, alunos de intercâmbio, trainees; eis outra forma de estar em constante evolução e aprendizado; partilhar com os jovens talentos o pouco que sei e minhas experiências me mantém em contato com as novas gerações, suas formas de pensar e agir; aprendo possivelmente mais do que ensino.

Em virtude do trabalho, do contato com os estagiários, foram muitas as vezes que fui para as salas de aulas, seminários ou palestras falar da minha experiência, dos meus conhecimentos e principalmente, contribuir com os jovens talentos com o que eu sei e aprendi. Entendo, que esse é o meu papel social, foi a forma que eu encontrei de devolver para a sociedade a excelente formação que eu tive em uma instituição pública. Se eu puder ajudar os jovens talentos a planejar melhor suas carreiras e a buscar seus sonhos, eu sinto que de alguma forma e do meu jeito estou fazendo a minha parte.

O tema de como se preparar para os processos seletivos é a maior demanda dos alunos, eles sonham em estar em grandes empresas e anseiam por um caminho a percorrer para chegar lá. Contudo, não existe receita para este bolo, de fato, não existem respostas certas nos processos seletivos. Cada pessoa será avaliada pelo que ela é, pelo que mostra em seus comportamentos e somente por isso será selecionada ou não.

Cada empresa e cada cargo exigem perfis diferentes, o que implica em conhecimentos e competências distintos; entender isso, é um primeiro passo para o sucesso nos processos seletivos. Conhecer quem somos e o que queremos, é o segundo, no momento em que temos objetivos claros, sabemos o que precisamos desenvolver para chegar onde queremos e, nesse caso, podemos sim nos desenvolver para chegar onde queremos.

  • Entender que existem diferentes empresas e cargos e, portanto diferentes perfis;
  • Ter autoconhecimento (conhecer forças e fraquezas) – quem sou eu?;
  • Estabelecer um objetivo claro – onde eu quero chegar?;
  • Buscar o seu desenvolvimento – estabelecer estratégias de desenvolvimento;
  • Focar e persistir;
  • Fazer o melhor sempre.

Ah, escolher o que realmente queremos fazer é o segredo, afinal só seremos realmente bons fazendo o que amamos fazer, portanto a escolha de que caminho seguir, de onde queremos chegar é individual e indelegável, pois se não escolhermos por nós, alguém o fará, mas não serão os nossos interesses e desejos que nortearão a escolha e a frustração acaba sendo o caminho quase certo. O mais difícil para os jovens talentos é escolher, mesmo sem ter certeza de que é o caminho certo.

A cada palestra, em que eu via que minhas palavras tocavam aqueles que me ouviam, o brilho no olho daqueles que realmente entendiam as minhas reflexões e que de alguma forma saiam provocados a fazer as suas próprias escolhas e agir para realizar seus sonhos, sempre me motivou.

O Impulse Careers surgiu dessa vontade de impactar de forma mais efetiva na vida desses jovens talentos, poder fazer em um dia uma verdadeira reflexão sobre as suas carreiras de forma que eles possam pensar, refletir e escolher os seus caminhos. A trilha de desenvolvimento do Impulse Careers foi pensada de forma a promover a reflexão sobre todos os aspectos que devem ser pensados sobre nossa carreira. Algumas oficinas vão aproximar os jovens talentos do mercado de trabalho, outras vão elevar o autoconhecimento, outras irão desenvolver competências. Uma trilha que será percorrida em equipe, pois sozinhos nem sequer existimos, precisamos do outro e nessa relação nos conhecemos e desenvolvemos. Por isso, o feedback tem um papel central no Impulse Careers, ele é uma poderosa ferramenta para promover desenvolvimento e vai ser através dos feedbacks em tempo real que teremos a interação entre os jovens talentos e os avaliadores. Todo o feedback tem o propósito de tornar quem o recebe melhor.

Promover um dia de intenso desenvolvimento e com o jeito Intelectus de fazer as coisas tem que ser também divertido, alegre; tem que ser um dia em que as pessoas terminem sem forças, mas plenamente satisfeitas e diferentes. O lúdico, o criativo, a emoção e a razão precisam ser convocadas; fazer treinamentos customizados as realidades de nossos clientes e que rompam com o convencional já é uma marca nossa e esse dia não poderia ser diferente.

http://www.impulsecareers.com.br/

Lidiane Bertê

Deixe uma resposta

Voltar ao topo