Avaliação de Desempenho nas Organizações Postado por Intelectus

Avaliação de Desempenho nas Organizações (Clique para ampliar)

Quando se fala em desenvolvimento de carreira, bem como na produtividade de uma organização, é importante fazer algumas observações a respeito de uma das maneiras de fomentar esses dois âmbitos – a Avaliação de Desempenho. A Intelectus realiza a Avaliação de Desempenho por Competências, que parte do pressuposto de se avaliar o quanto cada colaborador tem desenvolvido, em sua rotina de trabalho, as competências inclusas na descrição de cargos da empresa. Ao avaliar um colaborador que desempenhe a função de Operador de Caixa em uma organização, por exemplo, é comum encontrar entre as competências necessárias para a função um bom raciocínio lógico/numérico, a agilidade, a organização e o desenvolvimento de um trabalho com foco em resultado. Assim, os itens da Avaliação são elaborados tomando como base as competências citadas, que serão diferentes de acordo com cada cargo. As competências necessárias para cada função são definidas em conjunto – a Consultoria troca ideias com o Gestor da organização, realizando um trabalho personalizado para cada empresa. As competências escolhidas irão constar na Descrição de Cargos de cada organização, que será um documento-referência entregue pela Consultoria.

Ao ingressar em uma empresa, é esperado que a maior parte das pessoas possua ambições quanto à sua carreira. Quem não tem vontade de crescer, buscar seu desenvolvimento profissional, melhorar naquilo que não realiza da melhor forma possível? É saudável que o ser humano busque desenvolvimento e crescimento, pois ele precisa desse “combustível” para que não sinta sua vida estagnada em certo ponto. Assim, as empresas precisam acompanhar e incentivar o desenvolvimento da carreira dos colaboradores. Para que isso seja possível, é necessário, antes de tudo, um Plano de Carreira e de Cargos e Salários – para que o colaborador não entre na organização e saia, 20 anos depois, por estar alocado na mesma função e ganhando o mesmo salário do que quando foi admitido. Essa realidade era comum antigamente, mas hoje, da forma como o mercado de trabalho vem se configurando, já não é mais tolerável. O colaborador precisa sentir que está sendo estimulado por novos desafios dentro da empresa, que está alcançando um crescimento em sua carreira, que sua remuneração é justa e adequada para as atividades que exerce. Assim, como complemento, torna-se necessário reservar um tempo para avaliar o desempenho e o desenvolvimento de cada colaborador na organização, observando com atenção quais pessoas estão prontas para serem promovidas e quais ainda precisam aperfeiçoar mais algumas competências antes desse passo.

Na Avaliação de Desempenho, são levadas em conta: a) a escolaridade esperada para cada função e nível; b) o tempo de empresa do colaborador; c) se houver algum programa de pontuação interno da empresa no qual os colaboradores vão acumulando pontos ao realizarem determinadas tarefas, este também pode ser considerado; d) as competências necessárias para cada função e nível. As avaliações podem ser realizadas pelo próprio colaborador (autoavaliação), por colegas ou pares (que desempenham a mesma função do avaliado), por subordinados (no caso de cargos de liderança) e por superiores. A definição de quais pessoas irão participar das avaliações é realizada em um consenso entre a Consultoria e a Gestão de cada empresa. Cabe ressaltar que o processo de elaborar uma Avaliação de Desempenho é sempre personalizado para levar em conta a realidade de cada empresa, suas configurações e o tempo a ser investido no processo.

No final do processo, os dados são tabulados e cada colaborador recebe um feedback individual sobre seu desempenho nas avaliações. Esse feedback é calculado através de uma média, excluindo dados que possam identificar quem atribuiu determinada nota ao avaliado. O sigilo é mantido buscando que as pessoas possam ser sinceras em suas avaliações, contribuindo para o desenvolvimento dos colegas sem medo de possíveis rancores no ambiente de trabalho. O feedback deve ser realizado de forma sutil, para que seja absorvido da melhor forma possível e produza bons resultados. Se realizado da forma adequada e com as técnicas ideais, o feedback reforça para o colaborador quais são suas forças e seus diferenciais, bem como o estimula a desenvolver o que precisa em sua forma de trabalho. Com base nos resultados das avaliações, a empresa então realiza uma análise de custos, para viabilizar as promoções dos colaboradores com os melhores desempenhos e que cumpram os requisitos dos cargos que ocupam e que passarão a ocupar.

A Avaliação de Desempenho por Competências realizada pelas consultoras da Intelectus é um processo complexo e detalhado, que é produzido de forma personalizada para cada cliente, levando em conta as configurações de cada empresa. Contamos com muito conhecimento, estudo e experiência para dedicar nosso trabalho no processo, além da sensibilidade de ouvir as demandas de cada organização. O resultado são colaboradores muito mais motivados, pois sentem que estão sendo reconhecidos e que suas carreiras estão seguindo uma linha de crescimento coerente, além do aumento na produtividade da empresa. Lembre-se: só entrega resultados excelentes quem se sente reconhecido e valorizado no seu trabalho!

Para maiores informações para realizar uma Avaliação de Desempenho em sua empresa, contate-nos!

 Mariana Bassi – Consultora Intelectus

Deixe uma resposta

Voltar ao topo